As diferenças entre subluxação e luxação. Como o pilates pode ajudar na reabilitação!

Publicado por admin em mai 24, 2012 em Novidades

A luxação de uma articulação ocorre quando as superfícies articulares ficam completamente separadas umas das outras, de modo que se perde toda a aproximação. A subluxação ocorre quando as superfícies articulares são parcialmente separadas, mas ainda fica alguma parte de cada superfície em contato.

CAUSAS
A principal causa das luxações e subluxações é o trauma. A malformação congênita e paralisia muscular também podem levar a isso. Muitas luxações traumáticas estão associadas a fraturas: fraturas do cotovelo, tornozelo e das vértebras. Muitas vezes, as luxações são acompanhadas por grave dano nos tecidos moles, por causa de estiramento ou ruptura das estruturas ao redor da articulação. Os ligamentos podem ser parcial ou completamente rompidos e podem exigir reparo cirúrgico. Os músculos, tendões, bainhas sinoviais e cartilagens também podem ser comprometidas.

Característica da lesão:
1) Dor intensa que é pior que a sentida com a fratura. O paciente tem a sensação de ruptura, que é diferente da sensação da quebra ou estalido de osso, que ocorre na fratura.
2) Deformidade
3) Perda da função
4) Edema
5) Equimose – é devida ao extravasamento de sangue dos vasos lesados.
6) Rigidez
7) Fraqueza muscular

O tratamento fisioterápico é um aliado importante, além disso ainda na pós-reabilitação. O PILATES se insere como um forte aliado também na recuperação das luxações e subluxações. Os exercícios fluidos, centrados na respiração e contração da parte central do corpo, visarão sobretudo, o fortalecimento muscular e aumento da estabilidade articular. Programas de exercícios de mobilização ativa, propriocepção e reforço do padrão de movimento do membro em questão com apoio inicial e carga progressiva serão desenvolvidos. Assim, há uma ótima recuperação, diminuindo a probabilidade de sequelas. A consciência corporal ajuda na estrutura do movimento, na postura correta e no equilíbrio muscular tornando padrões eficientes de movimento. Muitos alunos, após a recuperação, aderem o PILATES ao seu dia-a-dia a fim de manter o padrão físico adquirido no período de recuperação e potencializar os ganhos futuramente, garantindo uma excelente qualidade de vida para o resto da vida.